domingo, 19 de outubro de 2008

Pés no chão - Aliança FC

Mãe e filha praticamente não se desgrudam. Em casa, quando Patrícia não está no trabalho ou no curso técnico em segurança do trabalho, no Senac, as duas estão sempre coladas. Nas entrevistas, por exemplo, foram poucos os momentos em que a pequena não mostrava uma foto ou apontava a mãe nos recortes de jornal. Pela idade, Paola não tem noção que as imagens e medalhas são frutos simbólicos, mas não menos significativos, do caminho trilhado pela mãe no futebol feminino.

O começo foi aos 13 anos. Acostumada a jogar bola na rua de casa com o irmão e alguns amigos, Patrícia foi ao ginásio público do Balneário Meia Ponte, bairro onde ela mora, na região norte de Goiânia. Na quadra de futsal, descalça, ela chamou a atenção de um senhor. Era Almir Macedo, um dos pioneiros do futebol feminino em Goiás. Na época ele estava no Vila Nova e para lá foi a menina Patrícia.

Nenhum comentário: