quarta-feira, 30 de julho de 2008

Clube familiar - Aliança FC

Acostumado a mudanças, o clube, por volta do ano 2000, passou a ser administrado na casa no Gentil Meirelles, construída por Luiz Cezar e Patrícia. A obra, no entanto, teve marcas mais fortes do Aliança. Além do quarto amarelo e preto dentro da residência, foi criada, no sótão, uma espécie de sala de concentração e preleção antes dos jogos. Após entrar em casa e depois de três lances de escada, se chega a um espaço amplo, de teto baixo, com estrutura de uma laje, onde as jogadoras ficariam agrupadas antes de jogos importantes.

A proposta, no entanto, não vingou. Luiz parece ter achado melhor deixar as jogadoras mais livres. O time não era profissional e a casa já abrigava tanta coisa do clube que talvez fosse melhor não aumentar essa mistura.

Essa separação, no entanto, parece inevitável. Voltando à sala e seguindo os degraus abaixo, se chega ao quintal do sobrado. O local, onde o vento corre bastante, por causa da região onde está a casa, tem um espaço grande, com piscina, churrasqueira e um criatório de pássaros, todos registrados no Ibama. Mas onde o Aliança se faz presente neste espaço? Simplesmente a área é utilizada para receber festas e encontros do clube, numa oportunidade em que Luiz e Patrícia, além das três filhas, recebem as jogadoras e seus familiares, numa chance de reforçar o ambiente familiar da equipe.

Nenhum comentário: