sexta-feira, 18 de julho de 2008

Café na 24 de outubro - Aliança FC

Goiânia, 24 de outubro de 1958. Nesta data, um grupo de três homens funda o Aliança Futebol Clube. Coincidência ou não, eles se reuniram numa lanchonete, chamada Café Estrela, que fica na Avenida 24 de outubro, em Campinas. O local escolhido por Cherife Oscar Abrão, Ibsen Henrique de Castro e Juarez Rogério ficava na ponta da avenida, quase em frente ao Estádio Antônio Accioly, do Atlético Clube Goianiense.

De olho para a entrada do campo do Dragão, que tem uma torre com traços art-déco e uma bandeira rubro-negra marcando o território do Atlético, os três rapazes, que se intitularam como “um grupo de esportistas”, se reuniram com o objetivo de criar um novo clube na região. Após muita conversa, abafada algumas vezes pelo que se passava dentro e fora do café, com pessoas, vendedores, carros e ônibus se fazendo presentes na principal avenida de um bairro que já foi cidade; em meio a buzinas, fumaças e cartazes de ofertas de todo tipo de produtos, eles concluíram que a futura agremiação se chamaria Aliança Futebol Clube.

A época favorecia o apego ao futebol. Há cerca de quatro meses antes, o Brasil, com Pelé, Didi, Nilton Santos, Zagallo e outros lendários jogadores, conquistaram a primeira Copa do Mundo, oito anos depois da seleção sofrer o Maracanazo com o Uruguai. Voltava a auto-estima, que contagiou o grupo de esportistas habituado a viver o futebol numa época em que Atlético e Goiânia reinavam na capital. Os dois clubes faziam os principais clássicos da cidade e sabiam que dois novos times pretendiam roubar a cena. Eram eles Goiás e Vila Nova.

Mas Cheife, Juarez e Ibsen também queriam emplacar um novo time e então eles se proclamaram presidente, vice-presidente e secretário, respectivamente, e assim registraram a primeira diretoria do Aliança, no Cartório do 4º ofício, no Centro, mas apenas em janeiro de 1962.

Nenhum comentário: